domingo, 6 de agosto de 2017

ÍNDIA



 Estava caminhando, indo à feira – adoro feira! –, que tem todos os domingos perto de casa, na São José, quando, ainda antes de chegar lá, o som de uma música invadiu a rua – surpreendendo-me, vi uma bicicleta adaptada com uma caixa de autofalantes cruzando a praça, tocando ‘Índia’... E instrumental. Quase não acreditei! Pensei até em aproximar-me e comprar o CD, mas, como a região estava deserta, sem passar nem mesmo carro – e em tempos de violência urbana –, tratei de afastar tal ideia da mente e segui em frente. Felizmente, Natal ainda tem umas coisas assim: todo dia passa na porta o rapaz que vende o famoso Picolé de Caicó; outro vende cavaco-chinês, que mais parece hóstia, ou seja, não tem gosto de nada; um terceiro vende vassoura de piaçava... E por aí vai. Isso faz-me lembrar de que, na minha infância, lá na casa de Nanoca, a minha avó paterna, passava um senhor vendendo porções de cuscuz; tapioca, inclusive a molhada, que adoro; bolo de macaxeira... Se eu não parar de escrever este, vou terminar falando, entre outros, dos roletes de cana espetados num palitinho de coqueiro, vendidos, aliás, nas entradas das antigas salas de exibição de cinema, que nem existem mais! Então... De volta da feira, fui pesquisar no Google quem era o autor da versão instrumental de ‘Índia’. Frustrei-me, pois não encontrei: deveria ter comprado o CD do cara... Só que, enquanto buscava tal autoria, deparei-me com uma postagem do blog ‘Baú da Música Brasileira’, muito interessante (http://baudamusicasertaneja.blogspot.com.br/…/india-1952.ht…), de Julio Costa, de São Paulo, um amante da música brasileira – não o conheço, mas gostaria de conhecer, contando a história da música em questão, dos seus autores: a letra de Manuel Ortiz Guerrero e a música de José Asunción Flores, dois paraguaios (em 1944, a canção original tornou-me, oficialmente, por decreto, música tema do Paraguai), e a versão brasileira, de José Fortuna, interpretada, no Brasil, originalmente, pela dupla sertaneja Cascatinha & Inhana (Francisco dos Santos e Ana Eufrosina da Silva – um casal, que formou uma das principais duplas sertanejas do Brasil). Depois deles vieram outros intérpretes, mas essa versão, a original, é magnífica!


Nathalie Bernardo da Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceita-se comentários...